Descalcificação da Glândula Pineal

Com a glândula pineal calcificada, a pessoa não consegue desenvolver o amor universal e incondicional; ela não consegue desenvolver afeição, perdão, responsabilidade… Ela vai s tornando cada vez mais animalesca; cada vez mais ela vai se importar somente com os prazeres materiais, em fazer um carro “bomba” de som… Vai se importar somente com o corpo, com vaidades, com tatuagens e piercings; vai entrar em depressão apenas porque engordou um pouco; não vai gostar de música boa, vai gostar de músicas com frequência inferior ou desarmônica; não vai gostar de assuntos interessantes e nada que agregue valor à vida; não vai se importar com os outros, somente com ela mesma; vai se tornar uma pessoa artificial, fútil, desonesta, briguenta, encrenqueira… Nenhuma religião vai dar jeito. Com a glândula pineal calcificada, a pessoa não tem condições de se conectar com o divino e desenvolver realmente a espiritualidade.

A glândula pineal produz uma série de substâncias e hormônios que causam felicidade, serenidade, euforia, sossego, comportamento civilizado, emoções equilibradas e fenômenos psíquicos, só para citar alguns. Estes são estados naturais doe ser, no entanto, devido à falta de nutrição adequada, questões ambientais, pensamentos do hemisfério esquerdo do cérebro, intoxicação e vários produtos químicos, a maioria das pessoas tem sua glândula pineal calcificada.

O microondas, telefone sem fio, celular, TV, rádio, despertador digital, videogame, tablet, computador, modem, roteador, os aparelhos wi-fi e todos os aparelhos que emitem ondas eletromagnéticas são prejudiciais.

A frequência da música que ouvimos atualmente é prejudicial à nossa saúde mental e física. Isto piora ainda mais quando as letras dessas músicas fazem apologia a drogas ou crimes, incentivam a promiscuidade, a violência, estimula o ódio, a tristeza ou quando a melodia provoca qualquer tipo de emoção negativa, que baixa a nossa vibração (leia o artigo “Cuidado Com a Música Que Você Ouve”).

Estamos nos alimentando mal, estamos deficientes de iodo e de Calciferol, um hormônio conhecido como vitamina D3. Estamos intoxicados devido ao flúor na água que bebemos, devido ao ar poluído, devido às substâncias químicas contidas nos alimentos, nos produtos de higiene, nos cosméticos, no filtro solar, nas vacinas…

A calcificação é o maior problema para a glândula pineal. O Fluoreto é acumulado na glândula pineal, mais do que qualquer outro órgão, e leva à formação de cristais de fosfato. Além do flúor, os halogenetos como o cloro e o bromo também podem causar problemas. E sem Vitamina D3 suficiente, a pessoa não produz o cálcio de uma forma que seja biodisponível, então, calcifica o tecido humano, incluindo a glândula pineal (leia o artigo “O Poder do Sol”).

A detoxicação e nutrição do corpo físico, através da alimentação e exposição ao sol descalcificam a glândula pineal. Existem vários suplementos, alimentos, bebidas, exercícios e outras práticas que podemos implementar em nosso estilo de vida, para reverter a calcificação da glândula pineal.

DICAS BÁSICAS PARA A DESCALCIFICAÇÃO DA GLÂNDULA PINEAL:

A desintoxicação pode ser um dos primeiros passos para descalcificar a glândula pineal. Se você é carente de iodo, o flúor, o bromo e o cloro se acumulam em seu tecido. Os sintomas de deficiência de iodo incluem fadiga crônica, doença da tireoide, sensação de frio ou uma baixa temperatura corporal e desequilíbrio hormonal.

Para obter mais iodo, coma alimentos ricos em iodo como algas ou vegetais crucíferos (como couve, brócolis, couve-flor, rabanete, rúcula, agrião, repolho, couve-de-bruxelas, nabo, acelga, mostarda ou raiz forte/wasabi) 3 vezes por semana ou tome um suplemento de iodo coloidal. Isto previne e ajuda na cura do câncer de mama e de próstata.

– É possível se desintoxicar tomando diariamente 2 gotas da Solução de Lugol 5% diluídas em 1 copo d’água. O Lugol é detoxicante, anti-bacteriano, antiviral, antifúngico, mucolítico, imunoestimulante, desinfetante e alcalinizante. Previne contra hipotireoidismo, obesidade, gripe, câncer, Parkinson, combate cistos, melhora a memória e aguça a inteligência. Detoxica de flúor, cloro, bromo e mercúrio. Quem toma Lugol precisa tomar Selênio, então, tome diariamente 200mcg de Selênio Quelato ou 2 castanhas-do-pará e depois tome 2 gotas de Lugol 5% diluídas em 1 copo d’água (250 ml). Faça isso pela manhã. Quando você libera o mercúrio que estava preso no tecido, ele fica solto e vai ao cérebro, causando uma sensação de mal estar. Se você sentir-se mal tomando Lugol, basta tomar diariamente 500mg de Magnésio, ½ colher (de chá) de Sal Marinho Integral, de Flor do Sal ou de Sal Rosa do Himalaia diluída em 1 copo d’água e 1g de Vitamina C, mas não use vitamina C efervescente, compre vitamina C em comprimido de longa absorção. Recomenda-se que a vitamina C seja ingerida pelo menos duas horas após tomar o Lugol porque ela transforma o iodo em iodeto, mas o corpo precisa dos dois.

– O Boro é um detoxicante e purificante da glândula pineal. Ele também funciona como um “eliminador” de Flúor. O Boro está presente na beterraba e uma boa forma de consumo é comer beterraba orgânica ou beterraba em pó misturada com água ou outros líquidos/alimentos. Outra forma simples e barata é misturar ¼ de colher de chá de Bórax (borato de sódio) em um litro d’água e tomar em pequenas doses ao longo do dia, durante 3 dias.

OBS.: ANTES DE USAR O LUGOL OU O BÓRAX, CONSULTE SEU MÉDICO.

– Elimine a ingestão de Flúor, pois ele calcifica o tecido e fecha a glândula pineal. Então, evite a todo custo. Use somente creme dental sem flúor; não beba água da torneira (porque ela é fluoretada); beba água destilada (menos de 50 ppm) e não frequente sauna a vapor. Se optar por consumir água alcalina, misture uma colher de café rasa de Sal Rosa do Himalaia ou Flor de Sal em 2 litros d’água filtrada e beba ao longo do dia. Mas no artigo “Água Sagrada – Parte 1”, vimos que a melhor opção é a água destilada e estruturada, porque a água alcalina contém minerais inorgânicos que o corpo humano não foi feito para ingerir. Quanto a pasta de dente, é melhor substitui-la por uma mistura de 2 colheres de bicarbonato de sódio com 3 colheres de óleo de coco.

– Evite o Mercúrio ele é realmente ruim para a glândula pineal. O Mercúrio é extremamente tóxico. É veneno. Não deixe entrar em seu corpo. As vacinas são contaminadas com Mercúrio. Thimersal (conservante de vacina) é metilo mercúrio e, quando entra no cérebro, é muito difícil de sair. Se você tiver obturações dentárias de mercúrio, remova-as. Hoje em dia, existem dentistas que estão usando recheios sem base de mercúrio.

– Evite comer peixe e frutos do mar, como camarão. Atum e carne de golfinho são particularmente ruins – quanto maior o peixe, maior a concentração de Mercúrio em seu tecido do corpo.

– Existe Alumínio em desodorantes, então, procure usar natural.

– Cuidado com lâmpadas eco, pois quando elas são quebradas, vapor de Mercúrio é liberado para  ambinte e inalado. Evite a todo custo quebrar uma lâmpada eco em local fechado.

– O Mercúrio pode ser removido do corpo através da utilização diária de clorela, grama de trigo e spirulina. Comer coentro diariamente pode ajudar a remover o Mercúrio do tecido cerebral.

– Evite halogenetos como Bromo e Cloro. Sabe aquele cheirinho de carro novo? Ele é gerado por substâncias químicas que se acumulam e danificam a glândula pineal. A exalação de copostos químicos de peças como o volante, painel descansos de braço e assentos são as causadoras do famoso cheiro de carro novo, que a longo prazo também podem ser as causadoras de alguns problemas de saúde. Então, nunca entre num carro fechado que ficou exposto ao sol. Antes de entrar, abra as portas e janelas e espere 15 min. Até que o veículo esteja bem arejado.

– Evite carbonato, fosfato e suplementos de cálcio. Eles são uma das maiores causas da calcificação da glândula pineal. Você pode obter cálcio de verduras. Não tome refrigerante; não coma alimentos processados ou industrializados.

– O alho é surpreendente para a descalcificação, porque ele dissolve o cálcio e atua como um antibiótico natural. Consuma metade de um bulbo (cabeça de alho) por dia (ou mais, se desejar). Para certificar-se de que seu hálito não vá assustar ninguém, pode esmagar o alho em molho de vinagre de maçã ou suco de limão fresco cru.

– O óleo de orégano age como um antibiótico natural contra conchas de cálcio e nanobactérias criadas em torno da glândula pineal.

– Elimine as nitrosaminas, pois elas são compostos químicos cancerígenos. Leite, queijo, presunto, peito de peru, bacon, salsicha, linguiça, hambúrguer, patê, frios, conservas e alimentos defumados, embutidos ou processados contêm quantidades consideráveis de nitritos e nitratos. Essas substâncias, em contato com o estômago, viram nitrosaminas (substâncias consideradas mutagênicas) capazes de promover mutação do material genético. A multiplicação celular passa a ser desordenada devido ao dano causado ao material genético da célula. Esse processo leva à formação de tumores, principalmente do trato gastrointestinal.

– Obviamente, bebida alcoólica, cigarro e todas as drogas precisam sair junto com as ligações emocionais que conduzem a usá-las (geralmente se resume a questões de autoestima ou trauma não resolvido).

– Outras toxinas – se algo é tóxico não coloque em seu corpo. As toxinas incluem adoçantes artificiais (aspartame, sacarina, ciclamato, etc), açúcar refinado, phylenanine (em polpas de frutas), anti-sépticos bucais dentários (água salgada ou oxigenada é suficiente), desodorantes, produtos químicos de limpeza e purificadores de ar.

– Elimine a cafeína. Café é uma espécie de droga, por isso as pessoas ficam viciadas. Procure substituir o café por chá verde. Em geral, uma dieta livre de açúcar, cafeína, álcool e tabaco, não só serve para limpar o sistema, mas também para trazer a energia “kundalini” (certifique-se que você tem uma mente/corpo equilibrado). Quanto mais tempo você mantiver a dieta, mais você vai notar que seu nível de energia vai aumentar, deixando claro que o cérebro está livre de toxinas. Isso lhe dará a capacidade de se concentrar na ativação da glândula pineal.

– A glândula pineal é sensível à luz, então, é importante dormir na escuridão completa. Afaste da sua cama o telefone celular, a TV, o telefone sem fio, o despertador digital, o rádio, o videogame, o tablet, o computador, o modem, o roteador, aparelhos Wi-fi e todos os aparelhos que emitem ondas eletromagnéticas. Não deixe em stand by, desligue-os na tomada. Mesmo durante o dia, quando estes aparelhos estiverem ligados, deixe uma placa radiônica André Philipe perto deles, para neutralizar as ondas eletromagnéticas desses aparelhos. Para quem não sabe, é uma placa de cobre com o gráfico Scap, o símbolo compensador usado por radiestesistas. Programe uma orgonite e deixe-a debaixo da cama ou coloque perto de você, durante o sono.

Apreciar o Sol quando no nascente ou poente é tremendamente benéfico para a glândula pineal e a descalcificação (leia o artigo “O Poder do Sol”). A pineal é um cristal e reage notavelmente ao sol, então, podemos ficar de pés descalços na terra e olhar para o sol na primeira e na última hora de sol do dia, que são exatamente as horas com pouco índice de ultravioleta (UV). Um iniciante deve fazer isso por apenas 10 segundos, depois ir adicionando 10 segundos a cada dia, até perfazer 45 minutos em 9 meses. No total, são 270 dias olhando para o sol e o total de horas de visão acumuladas são 111. Este é o requisito para chegar a conseguir todos os benefícios psicológicos, físicos e espirituais. Mas se um dia você não puder olhar o suficiente, não tente compensar olhando mais tempo no dia seguinte. Para ter resultados perfeitos, faça com tranquilidade e regularidade.

Atenção: olhar diretamente para o sol tem seus riscos. Se você não tem segurança, você pode simplesmente olhar por 10 segundos, depois desviar os olhos e tê-los expostos à luz indiretamente, para ajudar a estimular a glândula pineal. Se a meta é a saúde física, caminhe descalço sobre a terra durante 45 minutos por dia.

– Tome banho de sol entre 10 da manhã e 3 da tarde, de preferência ao meio-dia (10 min. para pele muito clara, 20 min. para pele branca, 40 min. para pele morena e 60 min. para pele negra), e não use sabonete após a exposição solar (lave seu corpo apenas com água). O banho de sol ativa a glândula pineal e estimula a mente, além de suprir a carência do hormônio conhecido como Vitamina D3. A exposição ao sol ativa a glândula pineal, levando-a a produzir Serotonina (o neurotransmissor responsável pelos níveis de humor e energia e um dos quatro hormônios que compõem a fórmula da felicidade). Por isso é crucial evitar a luz depois que o sol se põe, porque é necessário que a glândula pineal produza melatonina e serotonina. Este processo só pode ser conseguido através da redução da luz elétrica o tanto quanto possível.

– Não use filtro solar, cosméticos ou produtos de higiene industrializados. Prefira se perfumar com banho de ervas ou flores; prefira lavar os cabelos com ervas, prefira hidratar a pele e os cabelos com óleo de coco extra-virgem prensado à frio, que também deve ser usado para preparar os alimentos.

– Elimine a ingestão de carnes, especialmente as mais pesadas como carne bovina e suína, que são muito ácidas. Algumas pessoas que canalizam parecem não ser afetadas, mas para muitas, a toxicidade e a densidade da carne irá gerar desafios, e queremos fazer o trabalho mais fácil que pudermos. Além disso, não gostamos da ideia de matar animais.

– Procure seguir uma dieta alcalina. Se informe sobre alimentos ácidos e alcalinos. Carne, pão, leite, queijo, açúcar… tudo isso é ácido. Um pH ácido alto não é propício para uma alimentação saudável nem para a descalcificação da glândula pineal.

– Coma mais frutas, verduras e legumes, de preferência crus, pois os cozidos tem baixa vibração, pouca energia, demoram mais para serem digeridos e te deixam mais lento. Os alimentos mais alcalinos que entram em seu sistema também alimentam a glândula pineal e outras partes cruciais do seu ser. Os alimentos que receberam luz solar são carregados eletricamente e descalcificam a glândula pineal!.

– Procure comer o mais natural possível, alimentos orgânicos ao máximo, porque frutas e vegetais convencionais são tratados com fluoreto sulfúrico. Se você não puder adquirir alimentos orgânicos, limpe bem as frutas, verduras e legumes antes de comê-los, da seguinte forma: Num recipiente, coloque 1 litro de água, 5ml de tintura de iodo a 2%, mergulhe as frutas, legumes ou verduras nesta água, cubra e deixe por 1 hora. Depois jogue a água fora e pode consumir os alimentos porque eles já estão detoxicados. Assim, você retira os agrotóxicos dos alimentos antes de consumi-los.

– Consuma algas azul-esverdeadas e outros “superalimentos” ricos em clorofila, isto é semelhante a comer mais legumes, mas acrescentando potência. Outros superalimentos incluem chlorella e spirulina orgânicas, musgo-do-mar e suco de clorofila.

– Consuma Vitamina C orgânica. O Limão é excelente para alcalinizar e remover o fluoreto. Suco de limão consumido cru é muito bom para a desintoxicação da glândula pineal. É recomendado tomar 7 limões orgânicos diluídos em água destilada e estruturada, todos os dias, com o estômago vazio, por 3 semanas. Depois pode continuar tomando meio limão por dia, logo ao acordar. O limão parece muito ácido, mas ao entrar em nosso corpo e ser processado, ele se torna alcalino, em nosso organismo. Quanto mais ácido o alimento parece, mas alcalino ele é. Se você sente queimação, azia e acides ao comer um alimento é porque o seu organismo está muito ácido, então, você precisa comer alimentos alcalinos, como o limão.

– Consuma gengibre. Se quiser, pode misturar com limão e fazer um chá.

– Use ervas como centella asiática, salsa, alfafa, artemísia e madeira betony, que têm propriedades curativas. Você pode fazer um chá, pode moer e polvilhar sobre a salada.

– Vinagre de maçã é muito bom para desintoxicar a glândula pineal, pois contém ácido málico. É ótimo para temperar saladas. Prefira o vinagre vendido em garrafas de vidro, que é mais saudável.

– Cacau orgânico cru, tipo chocolate verdadeiro, não é saboroso, mas é muito bom para a glândula pineal. Ele estimula, nutre e é antioxidante.

– O fruto da árvore Tamarindo pode ser eficaz na remoção de flúor do corpo. Um estudo descobriu que crianças que receberam tamarindo excretaram significativamente mais fluoreto na sua urina em comparação com outro grupo e podem parar ou mesmo reverter os efeitos da fluorose esquelética. A polpa, casca e folhas da árvore de tamarindo ou tâmara podem ser usadas para fazer chá, extratos e tinturas que ajudam a eliminar fluoretos através da urina. A tâmara (principalmente a tâmara de Israel) é amplamente utilizada na medicina ayurvédica e tem muitas propriedades positivas para a saúde.

– Ouça música somente na freqüência harmônica. A freqüência ideal é 432H, que é a freqüência da Terra. Para descalcificar a glândula pineal, ouvir música, pulsos isocrônicos ou binaurais em 963Hz também ajuda muito.

– Medite com um cristal nos seus chacras coronário e frontal diariamente. A glândula pineal responde aos sinais da luz e da escuridão e a meditação ativa esta energia bioelétrica. Com a prática, você pode aprender a direcionar essa energia para este órgão altamente sensível. Meditar com um cristal é energeticamente benéfico para a descalcificação da glândula pineal. Pode colocar um cristal de quartzo (transparente), uma ametista e uma pirita no chakra coronário, e uma sodalita no chakra frontal. A pirâmide é uma forma geométrica sagrada. Ela expande tudo o que acontece dentro dela, então, meditar dentro de uma pirâmide acelera todo o processo: silenciar a mente, abrir o terceiro olho, despertar a kundalini, entrar na 5º dimensão… Você pode comprar aquela pirâmide para meditação, feita de cobre, e armar num lugar tranquilo, na natureza, num jardim, num parque… Você precisa apenas armar a pirâmide com a face de frente para o Norte, porque a estrela polar tem um campo de magnetismo extremamente forte que puxa energia e magnetiza tudo à sua volta, então, meditando de frente para o Norte, a energia magnética vai circular. A pirâmide está sempre recebendo energia cósmica do universo, através da sua forma geométrica sagrada. Quando terminar sua meditação, é só desmontar a pirâmide e guardar. Para potencializar, pode pendurar uma orgonite de Ametista no topo da pirâmide.

– Manter pensamentos e ações positivas pode parecer um pouco elementar ou não “profundo o suficiente”, mas há um grande poder no seu estado de espírito; pensamentos também podem ser tóxicos. Preconceito, discriminação, sectarismo, racismo, machismo, homofobia, xenofobia… Nada disso está de acordo com o chakra coronário e com a glândula pineal.

ATENÇÃO: A glândula pineal faz a ponte entre o humano e o divino e é como um portal para outras dimensões. Ela pode abrir as portas do céu ou do inferno, depende das suas crenças. Se você nutre pensamentos negativos e cria um padrão de pensamentos e emoções negativas (como o medo), quando você descalcifica a sua glândula pineal, você pode ter experiências ruins como começar a ter pesadelos, ver vultos, obsessores e um monte de coisas ruins. Antes de ativar a glândula pineal, você precisa mudar suas crenças, eliminar o padrão de pensamentos e emoções negativas e elevar sua vibração.

Leia também:

“Um dos Frutos Mais Poderosos Em Desintoxicação”,

“Saúde Integral e Espiritualidade”,

“O Poder do Sol”,

“Água Sagrada – Parte 1”,

“Água Sagrada – Parte 2”,

”O Poder da Respiração Consciente”,

“Os Benefícios da Música” e

“Cuidado Com a Música Que Você Ouve”.

Anúncios